11/1/09

El antropólogo inocente

Un xoven antropólogo que está levando a cabo un traballo de campo en África pasa por experiencias asombrosas, chocantes, hilarantes... As diferencias culturais que el busca aparecen sempre reflectidas con afecto e humor, e do contraste entre o antropólogo occidental, os hutus e os dowaios, o "raro", o diferente, sempre acaba sendo el.

2 comentarios:

Anónimo dijo...

muitos livros havia em janeiro polos que eu tenho passado...
este livro lim-no estando em áfrica. muitas cousas das que conta pode vivê-las qualquer europeu se sai dos circuitos turísticos habituais.
tem outro livro, que conta umha segunda expediçom, também mui divertido: una plaga de orugas, em anagrama.

Mayte Leis dijo...

Grazas pola recomendación; xa a apuntamos para a/as próximas lecturas.